Sonho

Sonho

Com o diabo se contorcendo,

Ensanguentado  dos pés à cabeça,

Como se tivesse saído de uma placenta.

Ora corcoveava ora se esticava,

Tentando ser liberado!

Bem perto de mim.

Bem longe de mim.

E alguém me dizia:

_Pegue-o e leve-o a boca!

Imaginei-me fazendo isso

"Do aflito reino o imperador eu via", Divina Comédia de Dante

“Do aflito reino o imperador eu via”, Divina Comédia de Dante

E, assim, ele se tornava

Pequeno como um canapé.

_Se quer ser grande, deve engoli-lo!

Repetia a voz, não sei de onde.

Mas o nojo me fez regurgitá-lo.

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s