Destaque

Driving South – Goth babe

https://youtu.be/xOfD4hsQDgM Driving South Hello? Can I help you? Would you take me out there? Alright And the time to go out there is now Darling, don't you know it's time for another Time for another with you? Don't you know it's time for another Time for another with you? Lay your heads on the fading …

Continue lendo Driving South – Goth babe

Destaque

Cinco poemas de Jarid Arraes para o Setembro Amarelo by Mulheres que Escrevem in Medium

https://medium.com/mulheres-que-escrevem/cinco-poemas-de-jarid-arraes-para-o-setembro-amarelo-79941d6d59c3 mão dadaobservo as linhas da minha mãocorrendo águasa linha do amor do dinheiroqual será a linhada loucurao rio de traços finosfalhostremidosque revelam a mente sãensandecidaqual será a linha da loucurana palma da minha vidaqual será a veia herdadavendo a marca infligidaqual será a linhaloucaque corta o rioda minha mãoda minha mãepor quem fuiparidadoze horas …

Continue lendo Cinco poemas de Jarid Arraes para o Setembro Amarelo by Mulheres que Escrevem in Medium

Destaque

Jonathan Bree – Until We’re Done

Dança Hipnótica do clip do músico neozelandês Jonathan Bree, onde ele já utilizava máscaras antes da pandemia. Esta música toca no último episódio da série "Gold Girls" da Netflix. https://youtu.be/d-vluPwpf7c

Destaque

20 de Novembro

Autor: Lucas Vieira Aurélio / Bocaina ExperienceNo Vale HistóricoQuem é lembrado?O sinhôOu o escravizado?Viva quem chibatouOu o chibatado?Quem comprou eu seiE quem foi comprado?"Um casarão de rei!"Feito em suor sangradoSangue negro sagradoSabor? AmargoFamílias findadasAmistad lotadoHoje: "vá embora"Ontem: "venha forçado" Angola, Benguela, MonjoloCriança, homem, moçaCongo, Cabinda, ReboloTodos vindo à forçaOnde cativeiro é lucroSincretismo é féMiscigenação? EstuproTudo …

Continue lendo 20 de Novembro

Destaque

AMOR – POIS QUE É PALAVRA ESSENCIAL

Carlos Drummond de Andrade Amor – pois que é palavra essencialcomece esta canção e toda a envolva.Amor guie o meu verso, e enquanto o guia,reúna alma e desejo, membro e vulva. Quem ousará dizer que ele é só alma?Quem não sente no corpo a alma expandir-seaté desabrochar em puro gritode orgasmo, num instante de infinito? O corpo noutro corpo …

Continue lendo AMOR – POIS QUE É PALAVRA ESSENCIAL

Destaque

Trindade

De volta à TrindadeTrirremeTriatletaTricampeãoTricolorTrigueiroTripudiandoSantíssima TrindadeO paiO filhoO espíritoTridentesA mãeA filhaA carneTribunalDe volta à TrindadeTrindadeTrindade Trindade

Destaque

Para uma jovem amiga que tentou se suicidar

Claudio Bertoni Eu gostaria de ser um ninho se você fosse um passarinhoEu gostaria de ser um lenço se você fosse um pescoço e estivesse com frioSe você fosse música,eu seria uma orelhaSe você fosse água,eu seria um copoSe você fosse a luz,eu seria um olhoSe você fosse um pé,eu seria uma meiaSe você fosse …

Continue lendo Para uma jovem amiga que tentou se suicidar

Destaque

Silêncio no Pacaembu

Já doente, Lobato não pôde comparecer ao comício do Pacaembu, em 15 de julho de 1945, que homenageou Prestes. Mas fez, de sua residência, por telefone, uma saudação ao líder comunista. Quando sua fala foi anunciada, pediu-se silêncio máximo. A voz grave do escritor foi ouvida no mais absoluto silêncio: Tenho como dever saudar Luis …

Continue lendo Silêncio no Pacaembu

Destaque

Que ave é esta?

Ontem, estava passeando pelo meu bairro com o Léo, meu cachorro e, de repente, me assustei ao me deparar com uma ave imensa comendo lixo de uma vizinha. Tal imagem me pareceu surreal, apesar de estar cada vez mais comum avistar tucanos, corujas e cobras por aqui. Esse é o sinal mais explícito de que …

Continue lendo Que ave é esta?

Destaque

Assista a “Joy Crookes – Feet Don’t Fail Me Now (Official Video)” no YouTube

https://youtu.be/xLFCcnYSCyE

Destaque

Se não chover nem ventar

Se não chover nem ventar,se a lua e o sol forem limpose houver festa pelo mar,- ir-te-ei visitar.Se o chão se cobrir de flor,e o endereço estiver claro,e o mundo livre de dor,- ir-te-ei ver, amor.Se o tempo não tiver fim,se a terra e o céu se encontraremà porta do teu jardim- espera por mim.Cantarei …

Continue lendo Se não chover nem ventar

Destaque

O agro é ogro

No noticiário, vemos rotineiramente os comentaristas do setor econômico explicando os impactos da pandemia na economia em geral, mas, como a balança comercial brasileira depende da exportação de comódites, o destaque é dado para as consequências da pandemia no agronegócio. Até agora, no Brasil, não  consegui assistir a nenhuma reportagem analisando o contrário: como o …

Continue lendo O agro é ogro

Destaque

Aforismo de Simone Weil

"A BELEZA do mundo não é um atributo da própria matéria. É uma relação do mundo com nossa sensibilidade, essa sensibilidade que depende da estrutura do nosso corpo e da nossa alma.” "MAGOAR alguém é transferir para outrem a degradação que temos em nós.” "A beleza é a harmonia entre o acaso e o bem." …

Continue lendo Aforismo de Simone Weil

Destaque

Flores do mais

ana cristina cesar devagar escrevauma primeira letraescrevanas imediações construídaspelos furacões;devagar meçaa primeira pássarabisonha queriscaro pano de bocaabertosobre os vendavais;devagar imponhao pulsoque melhorsouber sangrarsobre a facadas marés;devagar imprimao primeiroolharsobre o galope molhadodos animais; devagarpeça maise mais emais

Destaque

“Quanto menos entendemos, mais julgamos”

“Ensinar a ler é sempre ensinar a transpor o imediato. É ensinar a escolher entre sentimentos visíveis e invisíveis. É ensinar a pensar no sentido original da palavra “pensar” que significa “curar” ou “tratar” um ferimento. Temos de repensar o mundo no sentido terapêutico de o salvar das doenças pelas quais padece.”– Mia Couto, em interinvenções …

Continue lendo “Quanto menos entendemos, mais julgamos”

Destaque

Assim eu vejo a vida

Cora Coralina A vida tem duas faces: Positiva e negativa O passado foi duro mas deixou o seu legado Saber viver é a grande sabedoria Que eu possa dignificar Minha condição de mulher, Aceitar suas limitações E me fazer pedra de segurança dos valores que vão desmoronando. Nasci em tempos rudes Aceitei contradições lutas e …

Continue lendo Assim eu vejo a vida

Destaque

Mulher da Vida

Cora Coralina Mulher da Vida, Minha irmã. De todos os tempos. De todos os povos. De todas as latitudes. Ela vem do fundo imemorial das idades e carrega a carga pesada dos mais torpes sinônimos, apelidos e ápodos: Mulher da zona, Mulher da rua, Mulher perdida, Mulher à toa. Mulher da vida, Minha irmã. Foto …

Continue lendo Mulher da Vida

Destaque

Os Homens Ocos – T.S. Eliot

Os Homens Ocos (T. S. Eliot) Nós somos os homens ocos Os homens empalhados Uns nos outros amparados O elmo cheio de nada. Ai de nós! Nossas vozes dessecadas, Quando juntos sussurramos, São quietas e inexpressas Como o vento na relva seca Ou pés de ratos sobre cacos Em nossa adega evaporada Fôrma sem forma, …

Continue lendo Os Homens Ocos – T.S. Eliot

Destaque

Strange Fruit

Abel Meeropol* Southern trees bear strange fruit, Blood on the leaves and blood at the root, Black body swinging in the Southern breeze, Strange fruit hanging from the poplar trees. Pastoral scene of the gallant South, The bulging eyes and the twisted mouth, Scent of magnolia sweet and fresh, Then the sudden smell of burning …

Continue lendo Strange Fruit

Destaque

Nossas asas no anis

Hoje é o dia mais triste de nossa história. Quem não se comove com a maior de todas as tragédias brasileiras e não fez todo o possível para evitá-la não tem coração. Tudo isso para aumentar: o lucro de empresas farmacêuticas e a propina para este desgoverno. São todos assassinos, são monstros. Talvez vocês consigam …

Continue lendo Nossas asas no anis

Destaque

Faz da tua casa uma festa!

Cora Coralina Faz da tua casa uma festa! Ouve música, canta, dança... Faz da tua casa um templo! Reza, ora, medita, pede, agradece... Faz da tua casa uma escola! Lê, escreve, desenha, pinta, estuda, aprende, ensina... Faz da tua casa uma loja! Limpa, arruma, organiza, decora, muda de lugar, separa para doar... Faz da tua …

Continue lendo Faz da tua casa uma festa!

Destaque

Ainda assim eu me levanto- Maya Angelou

Você pode me inscrever na História Com as mentiras amargas que contar, Você pode me arrastar no pó Mas ainda assim, como o pó, eu vou me levantar. Minha elegância o perturba? Por que você afunda no pesar? Porque eu ando como se eu tivesse poços de petróleo Jorrando em minha sala de estar. Assim …

Continue lendo Ainda assim eu me levanto- Maya Angelou

Destaque

Poética da Pós-Modernidade

Que nossas palavras estranguladas reflitam a falsa liberdade de nosso tempo insensível! Deixemos, para os iluminados que bailam na cadência frenética desta época esquiva, as palavras em liberdade! Nossos versos serão os dos excluídos e seus limites. Constrangidos por infinitas serpentes e injustiçados por inúmeros crimes, não fingiremos que somos leves pássaros. Contudo esta camisa …

Continue lendo Poética da Pós-Modernidade

Destaque

Nossas asas no anis

T. Godoy 04-05-2021 Si Só sai, insana sina o asno insano assa as asas sãs assina só os nossos ossos ansiosos, sósias Os sóis não são só isso? No sono, nos sinos, nos sinais, a sós nossa sina no sono, o siso sana nossos anos insossos! Nos sinos, os Sis, os Sóis os Sons são …

Continue lendo Nossas asas no anis

Destaque

Abismos

Ser o que vocês sonharam para nós Está nos rasgando em pequenos pedaços E, em nossa estrada, em cada curva se estendem As cruzes de seu passado mal resolvido, Até onde nosso olhar alcança ... Tentar nos esquivar do inevitável, Está nos dilacerando membro por membro... Oh criador, contemple suas criaturas Perceba nossa imobilidade por …

Continue lendo Abismos

Destaque

Poeta obscuro

Imaginei como seria um poema escrito por meu pai em homenagem a Carlos Bueno Guedes e Federico Garcías Lorca, ambos artistas presos por regimes totalitários que esmagam pessoas idealistas e temem em excesso perigosos poetas. Infelizmente, meu pai faleceu e não teve oportunidade de conhecer a história de Carlos, seu teatro, seus milhares de poemas …

Continue lendo Poeta obscuro

Destaque

Sonhos abortados

mais um Corpo ou só a fração de um Corpo dividido, subdividido uma perna um tronco um pes co ço. Só um Corpo. não maria, não josé não um idoso não um moço um es bo ço. O esTrondo meDonho de uma Onda de Lodo. Só mais um Corpo. não aquele boi morto, boi morto …

Continue lendo Sonhos abortados

Destaque

Pessoa, meu amor

Pessoa, meu amor   Como declarar meu amor neste dia querido em que você nos presenteou com o dom de sua vida? Feliz aniversário, pessoa complicada e complexa! “Louco porque também quis grandeza qual a sorte não dá.” Você é o Encoberto também neste mesquinho mundo.   Quando voltará nosso messias da poesia? Estamos órfãos …

Continue lendo Pessoa, meu amor

Destaque

Revista Sincronistas – 3ª Edição

Saiu a 3ª edição da Revista Sincronistas, cujo tema é o Trabalho, em homenagem ao dia 1º de Maio. O coletivo Sincronistas é composto por escritoras do Vale do Paraíba, com a  colaboração da ilustradora Alcy de Godoy da cidade de São Paulo.

capa revista 3

Coletivo Sincronistas

Para receber essa e as próximas edições da nossa revista, clique aqui e assine nossa newsletter.

————————–

Trabalho. Palavra tão pequena, mas com tão grandes implicações. Em nossa sociedade, é algo que nos define, que nos acompanha até a velhice, tão emaranhado em nossas vidas que fica difícil imaginar uma existência sem a obrigatoriedade de produzir algo.

Enquanto assistimos ao sucateamento dos direitos trabalhistas, à exploração desenfreada (dos seres humanos e da natureza) em nome do dinheiro, a pergunta que fica é: o que podemos fazer para mudar esse cenário? Embora não tenhamos as respostas, fazemos o que está ao nosso alcance, lutando com palavras, com a nossa arte e com resistência.

Na 3ª edição de nossa revista, abordamos o tema do trabalho sob diversos aspectos, trazendo reflexões sobre o papel da mulher trabalhadora, mães e o mercado de trabalho, desigualdade de gênero no trabalho, entre outros.

Esperamos que essa…

Ver o post original 44 mais palavras

Destaque

Poesia II

Recordando meu estado confuso de seis anos atrás.

Poética de Botequim

Jaraguá, exata 1980, de Evandro Carlos Martins

O espírito da poesia me acordou?

Ou escrevo para poder dormir?

Ou será que estou com fome?

Leite morno, biscoito Nestlè Classic Duo!

Calmantes conseguem explicar

E entender o que sentimos?

Só dá para identificar com

Certeza aquilo que dói

porque o pretérito imperfeito

é o meu tempo.

22 de novembro de 2012.

 

Ver o post original

Destaque

Contos da Lua Vaga

Eurico de Barros Há um tema contínuo e unificador na filmografia de Mizoguchi: a mulher, a sua situação na sociedade japonesa e a sua relação com os homens. O interesse dele pela condição feminina radica em dados biográficos: a mãe e a irmã mais velha, Suzuko, eram maltratadas pelo pai, que acabou por vender a …

Continue lendo Contos da Lua Vaga

Destaque

Refugiados

Você, que é tão erudito, recite-me versos suaves, por piedade, para recuperar de viver a vontade! Você, que é tão ajuizado, Por misericórdia me dite os santos escritos Nos templos ouvidos, Para alimentar desgraçados proscritos! Você, que é tão são, por compaixão, reze-me uma oração para alentar a quem vive ao relento; a quem se negou a …

Continue lendo Refugiados

Destaque

Minha cara

Minha cara de Ricardo Costa   Suas curvas escorrem Por belezas leves Seus olhos verdes Nariz delicado e esbelto Rosto que me faz gosto Seu corpo naveguei Como encosto do meu corpo Das bordas às solas contornei Sua pele fina, clara e rara Acariciei e amei Ara meu coração Que me leva a ação Sua …

Continue lendo Minha cara

Destaque

O brasileiro e o abismo

A melhor frase que ouvi recentemente sobre os brasileiros é de Teolinda Gersão, autora portuguesa do livro "A cidade de Ulisses": mesmo diante do abismo, os brasileiros sorriem, ficam alegres, parecem pensar que são tão grandes que não caberão nele. Se essa aparência reflete o que realmente sentimos, eu não sei. Acho que simplesmente não …

Continue lendo O brasileiro e o abismo

Destaque

Liberato

Zeus, por favor, me cubra; Por piedade me cubra com seu manto protetor no frio! No calor me cubra com sua chuva refrescante. Nas viagens me cubra com suas acolhedoras penas. Por favor, por amor me proteja de toda a dor, de todo mal. Senão juro, por Juno, enlouquecerei e sairei rumo ao Oriente desnudo …

Continue lendo Liberato

Destaque

A mulher mais linda da cidade

O conto "A mulher mais bela da cidade", de Bukowski, é horrível e belo, como seus personagens. Ainda estou digerindo porque é muito impactante.  Agora percebo que alguns amigos da faculdade imitavam esse autor. Eu me pergunto por que demorei tanto para ler as obras dele. Acho que tinha medo de conhecer esse mundo, ou …

Continue lendo A mulher mais linda da cidade

Destaque

Leitura ostentação

Acabei de adquirir Crônica de um amor louco: ereções, ejaculações, exibicionismos - Parte I, do Bukowski. Exibicionismo é a cara da nossa era e não posso ficar de fora, então aí está. Não acredito que só agora resolvi ler sua obra. Vamos ver se é um livro "maldito" mesmo ou um maldito livro. É provável que …

Continue lendo Leitura ostentação

Destaque

Embriague-se

Charles Baudelaire É preciso estar sempre embriagado. Aí está: eis a única questão. Para não sentirem o fardo horrível do Tempo que verga e inclina para a terra, é preciso que se embriaguem sem descanso. Com quê? Com vinho, poesia ou virtude, a escolher. Mas embriaguem-se. E se, porventura, nos degraus de um palácio, sobre …

Continue lendo Embriague-se

Destaque

Vive dentro de mim

Dentro de mim há mundos, Dentro de mim moram seres, que ninguém nunca viu. Mora um duende caolho E uma girafa cambeta, Duplas meninas de trança E um menino perneta.   Dentro de mim vivem vovós já cansadas de viver E moças que já são vós sem nem filhos ter.   Dentro de mim, moram …

Continue lendo Vive dentro de mim

Destaque

Poesia II

Em meus sonhos, só para nós, o tempo fica suspenso. Em sonhos, ouço toda sua biografia: Cada suspiro de saudade, de prazer ou de dor; Cada gota de seu pranto ou de seu suor, cada riso. Todos os seus momentos dos quais não fiz parte e dos quais fiz também, Todos os seus passos sobre a …

Continue lendo Poesia II

Destaque

Incubus

  Incubus No vale, uma sombra esgueira-se pelo silencioso jardim, Passa diante da solitária janela  do campo. Do indefeso corpo cansado de colher O sono logo se apossa. A inocência do repouso perturbada. Vitalidade dragada à exaustão. Espírito de satisfação sedento e preso sob o peso De encantos enganosos De deleites incertos De horripilante prazer, Num …

Continue lendo Incubus

Destaque

Da ardósia

Adiantaria lhe dizer Que a mais rara essência É oferecida nos menores frascos? Ou que um bruto diamante, é reduzido ao ser polido, Até libertar seu brilho? Adiantaria falar que você é constituído Pela mesma matéria das estrelas? Que o macro contém o micro? Ou que até os maiores astros São formados por elementos tão pequenos, …

Continue lendo Da ardósia

Destaque

À Palestina,

o sangue, que jorra das veias de seu povo, é esquecido, é ignorado até quando fingiremos que tudo é normal? até quando viraremos as costas àqueles que sofrem de um grande mal? “assim caminha a humanidade”, uns dizem. outros permanecem calados, enquanto seus filhos se esquivam da morte sem saber se seus passos serão lembrados …

Continue lendo À Palestina,

Destaque

Na Palestina: O velho, a árvore, o ônibus

À Abd Al-Hasib Atta Zaloum Sobre o solo, jaz a carcaça do que um dia havia sido um ônibus. Hoje, tornou-se abrigo do velho sem moradia. As estrelas no céu velam por eles à noite. O frio passa pelas vidraças estilhaçadas, Vem sorrateiro seu rosto açoitar. Sob o sol escaldante, a sombra vem de uma …

Continue lendo Na Palestina: O velho, a árvore, o ônibus

Bolsonaro na maçonaria

Na lista dos mais vendidos, poeta diz que chave é desmistificar tradição

A trabalho em Campo Grande pela primeira vez, o poeta e youtuber Allan Dias Castro foi convidado para participar da 34ª Noite da Poesia nesta quinta-feira (15). Sucesso nas redes sociais e integrando a lista de livros mais vendidos do País, o escritor reforçou que seu objetivo é desmistificar a criação literária e apoiar quem …

Continue lendo Na lista dos mais vendidos, poeta diz que chave é desmistificar tradição

Jonathan Bree – You’re So Cool

Continua atual e estranho, este sarcasmo neozelandês. Parece que as coisas mais criativas só podem mesmo ter origem fora do eixo EUA-UE. "Acredite se quiser!" https://youtu.be/gxRq23qVE8A

Olhos caramelo

Por trás de seus olhos caramelo,Eu vislumbrei o segredo do mundoDevia dar as costas e fugirDo esplendor sinistro.Como despertar para uma verdade insuportável?Negando, negando, negandoComo fez aquele discípulo...O coração da treva nos cega.Mas a doçura desses olhos derreteu meu medoComo um canto irresistível que arrasta àquele abismo onde toda esperança é abandonada no umbral das …

Continue lendo Olhos caramelo