Mancebo

Jacó trabalhou como pastor para Labão Durante sete anos para merecer a mão de sua filha Raquel, serrana bela. Mas se não a visse novamente, antes de a Terra girar quatro vezes mais ao redor do Sol, Jacó, dela, se lembraria? Tudo o que os olhos não viram, naquela época remota da juventude, o peito, …

Continue lendo Mancebo

Duplo Carimbo

Quando insisto que preciso Ser as roupas que te envolvem, Ninguém entende o motivo. À tua pele estaria colada, Te revestindo, te protegendo Do frio, do sol, da chuva, De olhares que alhures Pudessem perturbar teu pudor E enciumar esta distante Imaginação que te perscruta. Ao me perfumar, teus doces bálsamos, Curariam a ânsia que me domina. …

Continue lendo Duplo Carimbo

O Portal da Vida e da Morte

Quando estava perdido, Tentando conciliar a dor e a alegria, O corpo e o espírito, Você e eu, Soube que existe um lugar, Um lugar onde há um portal, O “Portal da Vida e da Morte”. O portal que nos levará à Revolução tão esperada, Quando, finalmente, o claro e o escuro, a pedra e a …

Continue lendo O Portal da Vida e da Morte

Bizarro

Dói tanto em mim a dor da tua solidão, Dói tanto, que se, para ti, Tomasses outra pessoa qualquer, Através dela, sentiria que estamos juntos numa perfeita comunhão.   Como gêmeos que habitam o mesmo corpo Ou entidade que incorpora alguém, através dela, moveria meu ser E sentiria que tu me possuis também.     …

Continue lendo Bizarro

Requerer

  Como pedir a uma gota de chuva que se suspenda no ar? Como pedir, em pleno voo, às asas dos pássaros que parem de bater? Como pedir ao vento que pare de soprar? Ou a um rio que pare de correr;   Como solicitar a um tigre faminto que não devore sua presa? Ou …

Continue lendo Requerer

Perdão, padre, porque pequei!

_Perdão, padre, porque pequei! Tive um sentimento vergonhoso, não consigo contar. _O que foi, minha filha? Deus é misericordioso. _Tive innnvejjaa. _O quê? Inveja? _Sim, inveja. _De quem? _Da cantineira de minha escola. _Mas por quê? _Porque ela sabe virar panquecas no ar... _Só isso? _Não, também tive inveja Das moças que dormem... _Como? _Sim …

Continue lendo Perdão, padre, porque pequei!