Augusto dos Anjos

VERSOS ÍNTIMOS Vês?!  Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a Ingratidão — esta pantera — Foi tua companheira inseparável! Acostuma-te à lama que te espera! O Homem, que, nesta terra miserável, Mora, entre feras, sente inevitável Necessidade de também ser fera. Toma um fósforo.  Acende teu cigarro! O beijo, amigo, é …

Continue lendo Augusto dos Anjos

Bizarro

Dói tanto em mim a dor da tua solidão, Dói tanto, que se, para ti, Tomasses outra pessoa qualquer, Através dela, sentiria que estamos juntos numa perfeita comunhão.   Como gêmeos que habitam o mesmo corpo Ou entidade que incorpora alguém, através dela, moveria meu ser E sentiria que tu me possuis também.     …

Continue lendo Bizarro