Parte III

A Busca

Quando voltou a si, minha nona viu que já haviam chamado as autoridades locais que vasculhavam a casa. Correu para o campo aberto, onde as vacas pastavam na invernada, e começou a gritar:

-Pedrinho, meu filho, por que matou teu irmão? Volta pra casa!

Ainda o sangue escorria de sua cabeça. Depois de horas gritando, conseguiram convencê-la a voltar para a casa, onde tinham revelações sobre o crime hediondo….

continua

Lumiere

Lumiere

Um comentário sobre “Parte III

  1. Pingback: Desespero | Poética de Botequim

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s