Duplo Carimbo

Quando insisto que preciso Ser as roupas que te envolvem, Ninguém entende o motivo. À tua pele estaria colada, Te revestindo, te protegendo Do frio, do sol, da chuva, De olhares que alhures Pudessem perturbar teu pudor E enciumar esta distante Imaginação que te perscruta. Ao me perfumar, teus doces bálsamos, Curariam a ânsia que me domina. …

Continue lendo Duplo Carimbo