Asa de beija-flor

Silvio Rodrigues

 

Hoje eu me proponho fundar um partido de sonhos,

oficinas onde consertar asas de beija-flores

Admitem-se loucos, enfermos, gordos sem amor,

tolhidos, anões, vampiros e dias sem sol.

 

Hoje eu vou patrocinar a candura desenganada,

essa massa crítica de Deus que não é pós e nem moderna.

Admite-se proscritos, raivosos, povos sem lar,

desaparecidos devedores do banco mundial.

 

Por uma rua

descascada

por uma mão

bem apertada.

 

Hoje eu vou fazer uma assembléia de flores murchas,

de restos de festa infantil, de pinhatas usadas,

de almas penadas -do reino do natural-

que otorgam licença à qualquer artefato de amar.

 

Pelo levante,

pelo poente,

pelo desejo,

pela semente.

por tanta noite,

pelo sol diário,

em companhia

e em solitário.

 

Asa de beija-flor,

leve e pura.

Asa de beija-flor

para a cura.

c1676ceb0147cf56775f9973004b5343

~ por Godoy em 13 abr 2016.

Seu comentário será muito bem-vindo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: