Carta do Refugiado às Nações

Carta do Refugiado às Nações Moisés António Sou um ser e não uma coisa Ainda que eu fosse uma coisa,                   não seria a de sem valor! Sou movido a deixar a minha terra Aquela terra de origem pátria amada, que um dia me viu nascer, me viu crescer, me viu sorrir, Sorrir para a vida,  …

Continue lendo Carta do Refugiado às Nações

Insônia

Insónia Não durmo, nem espero dormir. Nem na morte espero dormir. Espera-me uma insónia da largura dos astros, E um bocejo inútil do comprimento do mundo. Não durmo; não posso ler quando acordo de noite, Não posso escrever quando acordo de noite, Não posso pensar quando acordo de noite — Meu Deus, nem posso sonhar …

Continue lendo Insônia