Antigas Raízes

Deixarei minhas palavras soltas fugirem leves entre flocos de algodão, cruzando o triste limite dos sonhos, enfeitarei o horizonte com balões coloridos não esquecendo as cores mais sórdidas por serem as mais tristes, beberei uma água cristalina roubada da nascente vazia das palavras transportarei troncos antigas raízes de arvores por entre as correntezas se despojando …

Continue lendo Antigas Raízes