Três traduções de poemas de Alceu de Metilene- Fragmento 96 Diehl

Fragmento 96 Diehl bebamos! não fazem falta lâmpadas! basta um dedo de dia para as grandes copas multiadornadas vamos ergue-as! o filho de sêmele e zeus diôniso nos deu aos homens vinho lassidão contra a dor - olvido: a cada parte de água duas só de vinho assim plenas até a borda bebamos - uma …

Continue lendo Três traduções de poemas de Alceu de Metilene- Fragmento 96 Diehl

Poemas de Safo de Lesbos

"Semelhante aos deuses parece-me que há de ser o feliz mancebo que, sentado a tua frente, ou ao teu  lado, te contemple e, em silêncio te ouça a argêntea voz e o riso abafado do amor.Oh, isso-isso-só é  bastante para ferir-me o perturbado coração, fazendo-o tremer dentro do peito! Pois basta que, por um instante, …

Continue lendo Poemas de Safo de Lesbos

Safo de Lesbos

Convite de Alceu a Safo "Oh! pura Safo, de violetas coroada e de suave sorriso, queria dizer-te algo, mas a vergonha me impede." Safo lhe respondeu: "Se teus desejos fossem decentes e nobres e tua língua incapaz de proferir baixezas, não permitirias que a vergonha te nublasse os olhos - dirias claramente aquilo que desejasses". …

Continue lendo Safo de Lesbos