Asas

Pelo meu telhado passou um corvo e a noite que veria o parto de milhares de celestes brilhantes Se enublou com suas asas trevosas.