Três traduções de poemas de Alceu de Metilene- Fragmento 96 Diehl

Fragmento 96 Diehl bebamos! não fazem falta lâmpadas! basta um dedo de dia para as grandes copas multiadornadas vamos ergue-as! o filho de sêmele e zeus diôniso nos deu aos homens vinho lassidão contra a dor - olvido: a cada parte de água duas só de vinho assim plenas até a borda bebamos - uma …

Continue lendo Três traduções de poemas de Alceu de Metilene- Fragmento 96 Diehl