Humanidade

Em homenagem às 10 crianças mortas no atentado terrorista norte-americano contra o povo afegão no qual trinta pessoas inocentes foram cruelmente assassinadas por um drone

Chuva, respinga,

Resmunga que quer lavar a rua;

Que quer lavar o mundo.

Chuva, perfaz seu percurso

Nos quintais, nos muros, nos rostos.

Nuvem, acumula liquidamente

O choro evanescido dos meninos todos

E nos devolve na face a dor mais sinistra do universo.

Protege os filhos dos homens dos homens!

Protege-os de nós!

Protege-os de si mesmos!

Chuva, devolve as lágrimas dos inocentes

Para não nos deixar esquecer

o quão execráveis nós somos.

Drone: O Monstro Cego
Drone: O Monstro Cego