Fábula

          As sobras, que o fazendeiro Atirava à vara esfomeada, Eram tão comedidas, Que um dia os leitõezinhos fugiram. Embrenharam-se na mata atrás Dos aromas de fartas especiarias: Trufas, cogumelos e ervas finas. Porém, tudo estava desolado. Nada restara sobre a terra devastada. Só havia o frio e o uivo carniceiro …

Continue lendo Fábula