Uma vez li que as formigas…

Luciane Reciere

Uma vez li que as formigas espreguiçam ao acordar (e essa foi a informação mais linda que eu poderia ter), desde esse dia, comecei a praticar o espreguiçamento como arte marcial. As formigas planejam futuros, isso eu não aprendi e por isso as invejo: exploda o mundo ou não, estarão em comunhão com os seus. Estocados os víveres, se reunirão para longas conversas e ideias de revoluções impossíveis em torno das fogueiras subterrâneas. Enquanto a rainha abastece seu exército, há algumas formigas que sonham, mesmo sem saber que talvez o inverno não aconteça.
Além do mais, não têm o peso da alma. Se morrem, é para sempre e sempre haverá outra formiga para recolher sua carcaça para o sepultamento ou compostagem.
Eu. Invejo. As formigas.

Foto por Egor Kamelev em Pexels.com

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s