Interregno

IMG-20190707-WA0014

Em memória de Paulo de Godoy

Na hora da Lua Vazia, você nos abandonou!

A lua cheia era uma cabeça pendurada no ar

Perfeitamente alinhada a dois pingentes de diamantes.

Você escolheu um lindo dia

Você escolheu um lindo lusco-fusco

Uma linda noite de indescritível silêncio capsular

Você escolheu absoluto o silêncio

Sem despedidas

Sem avisos

Sem escândalos como deve ser

Você escolheu o silêncio primordial

Que nos precedeu

Você escolheu o silêncio terminal

Que nos espera

Mas, naquele momento de tormenta,

nós também pedimos silêncio,

À Nossa Grande Mãe,

O silêncio nos protegeu

O silêncio nos encobriu

Em nossas mentiras brancas…

Ainda agora pedimos silêncio às nossas entranhas que gritam:

Por que meu Deus?

Procuramos os culpados

Procuramos as respostas em todas as ciências dos deuses

Procuramos as respostas em todas as ciências dos homens

Mas só o silêncio nos abraça

Pedimos silêncio para nosso inquieto coração

Afogado em tanta ternura sem eco…

Por favor, silêncio! Não convém esquadrinhar o mistério,

O abismo também nos espreita nas esquinas

O abismo também nos olha pelos corredores escuros e pelas janelas abertas.

Do fundo dos precipícios à sombra das altas pontes

Das entranhas do mar profundo cortado por nossas naves barulhentas,

A música silenciosa do início dos tempos

Chama irresistivelmente nosso nome,

Quando nos demoramos no entremeio dos mundos.

Godoy

Caminhada de Lua Cheia na Serra de Sintra - GreenTrekker.pt

3 comentários sobre “Interregno

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s