Paul Éluard, por Natan Schäffer — escamandro

Paul Éluard por Cartier-Bresson, 1944. Paul Éluard (1895 – 1952) resistiu. Fazendo nossa sua voz, resistimos. Deixo que, em nossa língua, o próprio Éluard comente seus poemas: “(…) e alguns outros poemas cujo sentido não deixam sombra de dúvida quanto ao objetivo visado: reencontrar a liberdade de expressão para atacar os ocupantes. Então, por toda […]

via Paul Éluard, por Natan Schäffer — escamandro

~ por Godoy em 22 out 2018.

Seu comentário será muito bem-vindo

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: