Poema mosaico construído a partir do conto de Dalton Trevisan

Rafael Augusto

O endereço na carteira
é de outra cidade

O corpo estendido na calçada,
a cabeça na pedra
e o dedo sem a aliança

Quem pagará a corrida ?

O cachimbo apagou.

ele está morto!

Um menino de cor e descalço
vem com uma vela
que acende ao lado do cadáver,

Dezessete vezes pisoteado.

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s