Nobel de Literatura diz que censurar às vezes é preciso

O Prêmio Nobel de Literatura deste ano, Mo Yan, comparou nesta quinta-feira a censura às averiguações de segurança realizadas nos aeroportos pelo mundo, sugerindo se tratar de um ato desagradável, mas necessário. Os comentários do escritor chinês foram feitos em Estocolmo, onde receberá na próxima semana o Nobel de Literatura.

Mo Yan, primeiro escritor chinês a ser agraciado com o Nobel, disse não acreditar que a censura deva ser usada para impedir a divulgação da verdade, mas pode ser empregada – e às vezes chega a ser necessária – para impedir a disseminação de rumores e de difamações. As informações são da Associated Press.

 

Reblogado do Estado de São Paulo

~ por Thaís de Godoy em 6 dez 2012.

Seu comentário será muito bem-vindo

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: